quinta-feira, 26 de março de 2020

segunda-feira, 2 de março de 2020

Conselho de Sir William Osler para os alunos: pratique a concentração em coisas difíceis, por Cal Newport

Esta é a tradução de um texto de Cal Newport em seu blog Study Hacks. Cal é o autor de Trabalho Focado (Deep Work) e Minimalismo Digital.

Sir William Osler é uma das figuras mais importantes na fundação da medicina moderna. Em 1910, ele publicou um livro intitulado "Aequanimitas: With Other Addresses to Medical Students, Nurses and Practitioners of Medicine". O livro se baseia no discurso de despedida que ele deu na Escola de Medicina da Pensilvânia em 1889 e detalha seus pensamentos sobre o que é necessário para prosperar em um campo médico intelectualmente exigente.

Link para texto orginal: http://bit.ly/32JJCcN

Como um de meus leitores me avisou recentemente, o capítulo 18 deste livro contém a seguinte jóia prescritiva sobre como obter sucesso em um empreendimento que exige que você crie valor com sua mente:

“Que cada hora do dia cumpra seu dever, e cultive o poder de concentração que cresce com o seu exercício, de modo que a atenção não se esvai nem acene, mas se acomode com tenacidade de cachorro sobre o assunto diante de você. A repetição constante transforma um bom hábito em sua mente e, no final da sessão, você pode ter adquirido o mais precioso de todos os conhecimentos - o poder do trabalho. ”

O que me impressionou nessa citação, além de ser um bom endosso da vida profunda, é que ela vem de um educador. Para Olser, ficou claro que o treinamento de uma nova geração de pensadores exigia que os alunos aprendessem a usar sua mente de maneira produtiva, o que é difícil, e requer "tenacidade dos touros" antes de se tornar um "bom hábito".

Não ensinamos mais isso.

As instituições educacionais modernas se preocupam muito com o conteúdo: quais teorias ensinamos, a quais idéias os alunos são expostos, que habilidades eles acabam conhecendo. Mas raramente abordamos a questão mais geral de como alguém transforma sua mente em uma ferramenta bem afiada para o trabalho cognitivo em nível de elite.

Em outras palavras, desistimos amplamente de falar explicitamente sobre este elemento da vida intelectual. Isso pode ser em parte porque parece muito pragmático e não suficientemente elevado. Suspeito que isso também se deva em parte ao fato de que os próprios educadores, afogados em um mar de e-mails e obrigações administrativas não atendidas, não se sentem à vontade para promover um estilo de vida que eles próprios não levam mais.

Mas, independentemente do motivo, essa omissão é quase certamente feita em detrimento da nossa cultura. Eu suspeito (embora ainda não possa provar), que uma instituição educacional que, sem desculpas, transformasse o trabalho profundo em um princípio básico, não assustaria uma geração acostumada a olhar para as telas, mas se veria inundada de candidatos famintos por experimentar um modo mais significativo. da existência.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Post novo do Dr. Souto! "A mutante narrativa do campo anti-low-carb"

"Há quase 9 anos acompanho muito de perto a literatura científica no que diz respeito à alimentação pobre em carboidratos (“low-carb”) e saúde. Desde então, os estudos evidenciando os efeitos benéficos dessa intervenção para sobrepeso, obesidade, pré-diabetes, diabetes, resistência à insulina e síndrome metabólica vêm-se acumulando. Como trata-se de intervenção de estilo de vida, com baixos riscos e demonstrada eficácia, a ampla disseminação de tal informação deveria ter sido muito fácil. Mas não é o que tem ocorrido. A resistência do campo anti-low-carb é feroz. Tal resistência assemelha-se à hidra, o lendário monstro da mitologia grega, com várias cabeças: cada vez que se lhe cortava uma cabeça, nasciam outras duas. De forma semelhante, a narrativa do campo anti-low-carb muda a cada vez que a ciência demonstra que suas alegações são desprovidas de embasamento. O monstro não morre, apenas brotam-lhe novas cabeças. "




Leia no blog do Dr. Souto.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

Posts do blog Ciência Low Carb, do Dr. José Carlos Souto

Assim como aconteceu com minha página sobre o professor Tim Noakes no Facebook (que me foi roubada e deletada), o blog Ciência Low Carb do Dr. José Carlos Souto está sofrendo ataques naquela plataforma (veja aqui) e o Facebook aparentemente nada faz para resolver o problema. Já é a segunda vez que links do blog são poribidos no Facebook.

Aqui vai então uma lista dos últimos cinco posts do blog:


Siga o Dr. Souto no Twitter (11.982 seguidores), no Instagram (244.868 seguidores), no Telegram (15.189 inscritos) e escute o podcast Tribo Forte.

Blog Ciência Low Carb


Abaixo uma memória da minha página sobre Tim Noakes... Agora ele tem uma nova página e a fundação dele tem também uma página. A melhor forma de entrar em contato com ele é pelo Twitter @ProfTimNoakes, com 138.710 inscritos.


Fonte: https://twitter.com/ProfTimNoakes/status/394182317922471936?s=20 (cópia)

quinta-feira, 14 de março de 2019

Como melhorar suas Avaliações do Professor pelos Alunos sem Melhorar seu Ensino

1. Seja um homem
2. Seja organizado
3. Dê notas com leniência
4. Esteja presente na sua avaliação
5. Administre a avaliação antes das provas dos alunos
6. Forneça as Instruções "Corretas"
7. Use Respostas Apropriadas
8. Quanto Menor, Melhor
  Lecione em turmas pequenas.
9. Quanto Mais Alto, Melhor
  Lecione em turmas de nível mais alto (mais no fim do curso)
10. Disciplinas com alunos de outros cursos são ruins
11. Disciplinas obrigatórias são ruins
12. Truques são bons
13. Divirta
14. Satisfaça as Expectativas dos Alunos
15. Ensine apenas alunos homens
16. Seja como seus alunos
17. Ensine o que eles querem, do jeito que eles querem
18. Escolha Alunos Bem-sucedidos
19. Avalie a todos
20. Avalie a todos


Fonte:
HOW TO IMPROVE YOUR TEACHING EVALUATIONS WITHOUT IMPROVING YOUR TEACHING
IAN NEATH

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Lore of Nutrition, novo livro de Tim Noakes com Marika Sboros


Tim Noakes fez história na Ciência do Esporte ao descrever a hiponatremia. Anos depois, tornou-se o principal divulgador de dietas low carb high fat na África do Sul e um dos principais no mundo. Conseguiu convencer gente de peso na corrida, como Dr. Mark Cucuzzella, a adotar a dieta low carb. Reconheceu que Phil Maffetone foi pioneiro nesta área, recomendando dietas low carb a seus atletas de triatlo.

Agora, depois de ter sido processado por isso na África do Sul (ele ganhou o processo), Tim Noakes laça um novo livro. O título associa este novo livro ao mais famoso livro de Noakes: Lore of Running.  Você pode comprar o livro em amzn.to/2A7Fgxx.


sábado, 28 de outubro de 2017

RT do Dr. Souto: pioneiro das gorduras trans morre aos 102

O Dr. Souto retuitou este tweet, que por sinal não é novo, é de maio:



Leia aqui um texto em português sobre Fred Kummerow