quarta-feira, 12 de abril de 2017

Diet and CVD: a global perspective, Salim Yusuf (McMaster University)



Vídeo de palestra apresentada no evento Cardiology Update 17. Segundo a programação do evento, a palestra aconteceu no dia 12 de fevereiro, um domingo, às 13:52. Um texto (com o título sensacionalista de Top Cardiologist Blasts Nutrition Guidelines)  resume o conteúdo da palestra e o vídeo completo está acima. 
Fiquei sabendo através do podcast Tribo Forte (episódio 57).






terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Vocês acreditam?

Em 2017 ainda tem gente que diz que gordura saturada é uma gordura "ruim". Assim mesmo, como está escrito.

G.O.R.D.U.R.A R.U.I.M

Veja o print:


É de um texto chamado 10 dicas de alimentação para melhorar seu rendimento físico da Gazeta Esportiva. Não é de um desses sites de fake news não, nem de um blog patrocinado!

Tem mais erros, claro:

O velho mito das 3 horas
Mais um:

Tirar gordura da carne? Comer desnatados?

Mais outro!
Dois litros por dia???

Mas, claro, devemos confiar pois foi escrito por uma "Personal Diet"!


segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Dica de Produtividade de Dan Ariely

"Escolha um alimento ou bebida que você ama, faça de seu consumo um ritual e transforme trabalhar em um projeto importante de longo prazo uma condição para se conceder este consumo excitante"

"Pick a food or drink that you love, turn consuming it into a ritual and make working on an important long-term project a condition of indulging in this exciting consumption."

Depois ele escreve como faz isso com café.  Prepara o café e só começa a beber alguns minutos depois de ter passado este tempo trabalhando num projeto importante. E continua bebendo e trabalhando até a xícara acabar. Nos EUA o pessoal toma xícaras bem grande de café. Ele mesmo diz que não funciona com expressos.

Lembro que num dos livros dele ele contou como foi fiel a um tratamento de quimioterapia. O tratamento deveria ser feito em casa, durava horas e provocava náusea e vômitos. Muitos desistiam. O que ele fazia? Ele adora cinema. Ia na locadora, alugava vários filmes, separava um balde, e começava o tratamento. O sofrimento do tratamento era compensado pelos filmes.





Fonte: Ask Ariely: On Preparing for Productivity, Manipulating Motivation, and Risking Romance